#31 – Ciência Aberta

      Nenhum comentário em #31 – Ciência Aberta

Os periódicos científicos surgiram há 350 anos como forma de acelerar a difusão do conhecimento científico. Em versão impressa, a pesquisa era árdua e condicionada a editoras. Devido a essa realidade, formou-se um oligopólio editorial, com editoras controladoras do mercado, tais como Taylor & Francis, Elsevier, dentre outras.

A concentração do poder editorial na mão de poucas organizações fortaleceu também o polo científico dos Estados Unidos e Europeu e, ao mesmo tempo, encareceu o acesso a artigos científicos, sendo muitos comercializados a valores altos. Na contramão de tudo isso, surge o movimento da Open Science, ou Ciência Aberta, com vistas a promover mais democratização do conhecimento e, ao mesmo tempo, possibilitar o fortalecimento de outros países na difusão do conhecimento.

Este é o tema do episódio de hoje a partir do artigo  “Transformações, disputas e circuitos de inovação nas publicações científicas frente à ciência aberta“, de autoria dos pesquisadores Thaiane Oliveira e Rafael Sobreira.

Leia o artigo:

Recomendações dialéticas

Assista o podcast no YouTube

#31 – Ciência Aberta

 
Play/Pause Episode
00:00 / 35:20
Rewind 30 Seconds
1X

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *